A primeira do que viria a ser o grande conjunto de praias, que compreende a província de Panamá Oeste e que se une com as praias de Coclé, é toda uma virtude, que pode ressaltar desta península o poder contar com praias em ambos os lados da estrada com uma variedade de vistas impressionantes, como Cerro Chame, Cerro Campana, Taboga, Otoque, Boná, no caminho você poderá encontrar postos de artesanatos e pousadas típicas, onde você poderá degustar de deliciosos cafés da manhã, almoços e jantares.

Localização:

Localizado a 100 Km da cidade de Panamá, na área de Panamá Oeste depois da cidade de Chorrera.

Como chegar?

  • Carro: Tomando a Via Panamericana, você deverá percorrer ao redor de 72 quilômetros, onde passará o povoado de Bejuco, nesse mesmo ambiente, você encontrará um posto de gasolina Terpel, passando este ponto a sua mão direita, você deverá entrar pelo projeto praia Caracol, o que lhe levará diretamente a Punta Chame, desde este ponto são 30 minutos de estrada.

  • Ônibus: Desde o Grande Terminal de Albrook, você poderá pegar ônibus das seguintes rotas: Panamá- Chame, Panamá- Chitré, Coclé, Los Santos, David. Você poderá indicar o seu destino ao condutor, uma vez, que você suba no ônibus, para que este leve em conta a sua parada, a qual será na margem da Via na Panamericana na entrada de Punta Chame.

O que levar?

  • Roupa de Banho
  • Barraca para acampar
  • Repelente contra insetos
  • Garrafa de água
  • Boias em caso de levar crianças

Atividades:

  • Lugar para Acampar
  • Surfe
  • Caminhada na praia
  • Descanso e Lazer


Ver mapa más grande


Com um sucesso retumbante culminou a primeira versão do ano 2014 do Torneio de Pesca Gamboa.


Cores, abstrações e Dinâmicas de um Pintor Panamenho.

Com a finalidade de continuar estreitando laços comerciais com Barbados, o Ministro de Relações Exteriores de Panamá, Francisco Álvarez De Soto, sustentou em 30 de abril passado, um acordo com a Ministra de Assuntos Exteriores e Comércio Internacional de Barbados, Maxine McClean, no marco da sexta Conferência da Associação dos Estados do Caribe (AEC), onde abordaram temas de interesse comum.

O penteado da empollerada( moça vestida de pollera) para a colocação das joias e adornos deve ser:

Partir o Cabelo em duas partes, dois coques laterais nas orelhas com uma partitura a partir do centro, da frente até a parte baixa da nuca, em suas partes se realizam duas tranças, as quais se enrolam em forma circular até ficar com um bolo, em seguida se procede com a colocação primeiramente do Peineton (Pente de adorno) e das Peinetas Laterais ( pentes laterais) para depois começar com a decoração ou colocação do Tembleques.

Entre os mais conhecidos brincos para a Pollera, podemos mencionar: Os Brincos, Las Dormilonas, As Mosquetas, Os Tangos, As Argolas de Ouro.

Podem ser elaboradas em peças de ouro, com pedras preciosas de diferentes cores e tamanhos, como são os rubis, esmeraldas, os topázios e os jatos, este no caso dos brincos.

As Mosquetas se adornam em sua maioria com pérolas cultivadas, também estão Las Dormilonas, que tem forma de moedas pequenas. Os Tangos e Argolas de Ouro são elaborados em ouro, pérolas, corais e são joias tradicionais.

Para o colo podemos mencionar a Cobertura de Osso ou Colar de Pescoço

Para cobrir o osso, que toque mais delicado e simples a colocação de uma medalha de ouro ou uma cruz, além disso, se conhece a fita de cetim preto, que é usada com a cruz ou a medalha que é geralmente usada nas Polleras Montunas.

A Gargantilha de Ouro leva figuras de corações, borboletas muito delicadas e em sua forma se detalham pérolas e filigranas.

Para adornar a Pollera e o Peito podemos mencionar as delicadas peças, que em si tem uma semelhança com as roupas espanholas dos tempos dos reis.

A corrente lisa, que nela repousa a Cruz de Caravaca, O Rosário, que pode ser de pérolas ou outras pedras, A Corrente de Bruxa, que se conhece assim dado que ao momento de ser colocada está fechada, mas tão pouco tem movimento, ela se abre. Escapulário Cola de Pato, El Cabestrillo (a tipóia) o Cordão Aberto, A corrente de Salomônica, A Corrente Solitária, as Correntes de Talismãs, a Corrente de meia Laranja. Todos com um significado e uma colocação específica, para que todos possam apreciar e exibir suas longas incrustações, pérolas , desenhos, entre outros.

Acessórios da Pollera

Os botões para as anáguas, as pulseiras, que normalmente levam desenhos parecidos nos pentes, As Fivelas de ouro, Os Broches de ouro, estes últimos servem em sua maioria para prender correntes ou cordões, que repousam na Pollera.