Biomuseu

O Museu da Biodiversidade, projetado pelo arquiteto de prestígio Frank Gehry explicará o surgimento do istmo de Panamá do fundo dos oceanos, unindo a América do Norte e do Sul, permitindo o tráfego das espécies. O museu contará com sete salas interativas, que explicarão o papel de Panamá como “Ponte de Vida”, não só para que as espécies possam se mover de norte a sul, mas também para separar o Oceano Pacífico do Atlântico, o deslocamento nas correntes marinhas criou uma mudança climática, que deu origem ao desenvolvimento do ser humano.

Em seu exterior, se mostrará a grande biodiversidade, que desfruta o istmo, mediante o projeto paisagístico da mundialmente conhecida Edwina Von Gal & Company. A Srta Von Gal e sua equipe produzem paisagens reconhecidas por suas estruturas claras, mas livres, o que as tornam um complemento ideal para o projeto do Biomuseu.

O edifício e seus jardins, seguramente serão todos ícones no Panamá, que atrairão centenas de milhares de visitantes ao ano.

Localização:

Na entrada da Calzada de Amador, visívela partir de Casco Antiguo, a Ponte das Américas e para os navios, que estão iniciando ou finalizando seu tráfego através do Canal de Panamá.

Como chegar?

  • Ônibus: Os ônibus sãotomados na Praça 5 de Maio
  • Táxi: A partir do Terminal de Albrook ou Praça 5 de Maio, podem tomar um táxi, que os levará diretamente
  • City Sightseeing: O trajeto dos ônibus de dois andares “Double Decker”, ao ar livre “Open Top” inclui uma parada no Biomuseu, embora, enquanto não está em operação, o visitante deve solicitar a parada.

O que levar?

  • Garrafa de água
  • Roupa Cômoda

Atividades

  • Excursão

Ir para o tour virtual