De Chapéus Pintaos a itinerários históricos, novas rotas para entrar no Panamá mais autêntico.

As propostas turísticas visam descobrir os lugares, que percorreu o conquistador Núñez de Balboa e dar a conhecer o artesanato rural.

 Cidade de Panamá, 29 de julho de 2013. -Panamá promove itinerários turísticos para dar a conhecer as áreas rurais e as paisagens mais selvagens e desconhecidas do país. Seguir os passos de Vasco Núñez de Balboa, descobridor do Oceano Pacífico, ou aprofunda-se na arte e cultura dos territórios do interior constituem as novas opções turísticas do destino latino americano.

Excursão pelo Artesanato e Cultura rural

A Rota do Chapéu Pintao transcorre pela província de Coclé, aproximando a arte, a cultura e a gastronomia do território a turistas e visitantes. Impulsionada pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (ONUDI), tem como protagonista e elemento comum, o chapéu pintao, de confecção completamente artesanal e elaborado com fibras naturais de junco, maconha ou sisal .A cor escura das características bandas, se obtém a partir das folhas da planta chisná, que são fervidas junto com as fibras.

A partir desta iniciativa promocional, os artesãos camponeses promovem as áreas rurais, as paisagens e o bom clima da zona, e mostram a atração turística através do artesanato e dos produtos agrícolas. Entre os diversos destinos do percurso se encontram as comunidades de Vaquilla, Pajonal e Membrillo, nas quais se realizam também peças de artesanato com a chamada pedra de sabão única no Panamá, além da El Águila e Machuca. Estas comunidades estão conectadas por uma via principal composta por diferentes povoados, nos quais se detém, e aprofundam-se em sua cultura rural

Depois dos passos do descobridor do Oceano Pacífico

Panamá permite um passeio pela história e a aventura aos apaixonados das expedições e das emoções. Em 1513, até agora 500 anos, Vasco Núñez de Balboa descobriu o Mar do Sul ao atravessar o Istmo de Panamá. O conhecimento do Oceano Pacífico deu uma idéia da geografia do planeta e inaugurava uma nova etapa de comércio a escala global.

A presença de Balboa se encontra quando se chega à cidade de Panamá e ao navegar pelo Oceano Pacífico, entre quase 200 ilhas paradisíacas, que compõem o arquipélago de Las Perlas (As Pérolas), de grande riqueza marinha. Entretanto, para completar o trajeto pela região de El Darién é aconselhável ir acompanhado por um guia profissional, visto que se trata de uma das selvas mais impenetráveis do planeta, sem caminhos nem passos transitados. A umidade e as altas temperaturas, junto com os insetos e a fauna local ainda são adversários temíveis neste território, no qual ainda se encontram tribos nativas, os Guna, os Emberá Wounan.

Fonte:  O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Foto: Andrés Villa